A cozinha árabe e o kibe cru

Existe uma história interessante para explicar a origem do kibe cru, receita típica da cozinha árabe. Dizem que esse prato surgiu após uma falta de energia elétrica 

Dizem que o kibe cru surgiu após uma falta de energia elétrica. Esse prato típico da cozinha árabe tem tem conquistado admiradores

O kibe é um salgado muito comum no Brasil. O kibe frito é a receita mais popular, muito encontrado em restaurantes, padarias, lanchonetes, sem contar festas e comemorações. No entanto, a versão assada e também o kibe cru estão se tornando cada vez mais conhecidos e admirados por aqui.

Mas você sabe de onde surgiram essas diferentes formas de preparo de uma mesma receita? Dizem que a receita do kibe cru teria sido criada sem a menor intenção. Ou seja, parece que foi obra do acaso, por conta de uma falta de energia elétrica que teria durado mais de duas semanas.

O fato teria acontecido na cidade de Jablah, na Síria, que tinha grandes empresas fornecedoras de carne. Como resultado, para que não houvesse desperdício com a falta de eletricidade, o alimento acabou sendo distribuído entre os moradores do local. Chegou então um dia de festa na cidade e, como eram tempos de guerra e de fome, eles acabaram, então, comendo a carne crua mesmo.

Outras curiosidades

É difícil saber se de fato a receita foi inventada desta forma. Por outro lado, é fato que esse típico prato da cozinha árabe era considerado um alimento dos mais pobres. Isso porque quando se mistura o trigo à carne a receita rende mais. O nome vem da palavra kubbeh, que em árabe significa “bola”. A receita tem suas origens em países como Turquia, Líbano, Síria e Armênia.

Na Casa da Esfiha, restaurante de cozinha árabe, o kibe cru é feito de forma tradicional, com carne selecionada, trigo integral, hortelã, cebola e temperos árabes. Venha experimentar o kibe cru da Casa da Esfiha. Nosso restaurante está presente em Indaiatuba, Itu, Piracicaba e Montes Claros.